Estratégias de enfrentamento pela equipe de Enfermagem frente ao processo de morte e morrer em Unidades de Terapia Intensiva

uma revisão integrativa

  • Amanda Lima
Palavras-chave: Atitude Frente a Morte, Morte, Unidades de Terapia Intensiva, Equipe de Enfermagem

Resumo

Lidar com a morte é uma questão difícil para todos, principalmente aqueles que trabalham
diretamente com esse processo, no caso, a equipe de saúde e mais especificamente os profissionais de Enfermagem.
Logo, esses profissionais devem ser preparados para enfrentar o processo de morte e morrer que nada mais é
que uma etapa da vida. Objetivo: Analisar em produções científicas as estratégias de enfrentamento da equipe de
Enfermagem frente ao processo de morte e morrer de pacientes em unidades de terapia intensiva. Método: Revisão
integrativa usando como fonte as bases eletrônicas LILACS e BDENF da Biblioteca Virtual da Saúde (BVS), utilizando
os descritores: Atitude Frente a Morte, Morte, Unidades de Terapia Intensiva e Equipe de Enfermagem, mediante
onze combinações diferentes. Resultados: De 83 artigos selecionados, 14 puderam ser incluídos revelando sete
estratégias de enfrentamento pela equipe de Enfermagem: distanciamento, negação, religiosidade/espiritualidade,
racionalização, aceitação da morte, choro e controle emocional. Conclusão: Necessidade de abordagem do assunto
durante a formação dos profissionais de Enfermagem, assim como disponibilização, pelas instituições, de espaços onde
os profissionais possam discutir as angustias, medos, inseguranças e dispor de apoio psicológico no enfrentamento do
processo de morte e morrer de pacientes em unidades de terapia intensiva.

Publicado
2019-10-01
Seção
Revisão de Literatura