Finanças e comércio no Brasil da primeira metade do século XIX

a atuação da firma inglesa Samuel Phillips & Co – 1808-1831

  • Carlos Gabriel Guimarães Possui graduação em História Econômica Geral e do Brasil pela Universidade Federal Fluminense, mestrado em História pela Universidade Federal Fluminense, doutorado em História Econômica pela Universidade de São Paulo e pós-doutorado pela Universidade de Lisboa. Atualmente é professor da Universidade Federal Fluminense e Pesquisador do CNPq.
Palavras-chave: Samuel & Phillips, Império Luso-Brasileiro, História Econômica

Resumo

O objetivo deste trabalho consiste em analisar a atuação da firma, inglesa e judia, Samuel & Phillips, depois Samuel Phillips & Co no Brasil, desde o período joanino até o ano de 1831, ano da abdicação de Dom Pedro I, no qual, a firma, tornou-se uma das procuradoras do mesmo no Brasil. Embora transações envolvendo o envio de moedas de ouro (que também eram mercadorias, além de meios de pagamento) e letras de câmbio nessa época constituíssem práticas bastante comuns, a História do Comércio, envolvendo a História da Marinha Mercante (e de Guerra) e o Sistema Atlântico, ainda é um campo da História Econômica Brasileira que precisa ser ampliado.

Publicado
2020-05-14