Tradução e Adaptação Transcultural de um Questionário Para Avaliação das Percepções de Adolescentes sobre o Tratamento Ortodôntico Brazilian Version of a Questionnaire Assessing Adolescent's Experiences in Orthodontic Treatment

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Tatiana Ettore do Valle de Sousa Freitas
Marina Bernardes Grillo de Brito
José Augusto Mendes Miguel

Resumo

Os instrumentos de qualidade de vida relacionada à saúde bucal estão sendo usados com crescente frequência em pesquisas. No entanto, esses instrumentos não estão disponíveis em todos os países ou idiomas. A disponibilidade de versões multilíngues de instrumentos, válidas para várias culturas, é importante para a pesquisa epidemiológica. O objetivo deste estudo foi o de traduzir e realizar a adaptação transcultural do questionário desenvolvido por Feldmann em 2007, relativo às percepções de pacientes adolescentes sobre o tratamento ortodôntico, para a língua portuguesa. Inicialmente, a equivalência de conceitos e itens foi discutida por um grupo de especialistas que examinou os itens do questionário. Foram entrevistados quatro adolescentes utilizando a metodologia de grupo focal. O instrumento foi então submetido às seguintes etapas: duas traduções para o português por tradutores independentes, pré-teste dos questionários em 6 pacientes, tradução reversa, revisão por comitê e finalmente um estudo piloto com a versão final. Nessa etapa, foram entrevistados 20 adolescentes com idade entre 12 e 17 anos, de ambos os gêneros, avaliados na Clínica de Ortodontia da Faculdade de Odontologia da Universidade Estadual do Rio de Janeiro. O questionário foi aplicado a dois grupos: adolescentes não tratados e adolescentes em tratamento ortodôntico. A partir dessas avaliações, foi produzida a versão brasileira do questionário de Feldmann, com aplicação e formato apropriados à população alvo. A tradução e adaptação transcultural do questionário para o português foi realizada assegurando sua equivalência semântica e conceitual com o instrumento original e a versão final obteve consistência em estudo piloto.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
Tatiana Ettore do Valle de Sousa Freitas, Marina Bernardes Grillo de Brito, & José Augusto Mendes Miguel. (2020). Tradução e Adaptação Transcultural de um Questionário Para Avaliação das Percepções de Adolescentes sobre o Tratamento Ortodôntico. Revista Naval De Odontologia, 47(2), 5-17. Recuperado de https://portaldeperiodicos.marinha.mil.br/index.php/odontoclinica/article/view/1208
Seção
Artigos Originais
Biografia do Autor

Tatiana Ettore do Valle de Sousa Freitas, Odontoclínica Central Marinha - Marinha do Brasil

Clínica de Ortodontia - Odontoclínica Central da Marinha, Rio de Janeiro, Brasil

Marina Bernardes Grillo de Brito, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Departamento de Ortodontia - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil

José Augusto Mendes Miguel, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Departamento de Ortodontia - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil

Referências

1. Shaw WC. Factors influencing the desire for orthodontic treatment. Eur J Orthod. 1981; 3(3):151-62.
2. Arnett GW, Worley CM Jr. The treatment motivation survey: Defining patient motivation for treatment. Am J Orthod Dentofacial Orthop. 1999 Mar;115(3):233- 8.
3. Bos A, Hoogstraten J, Prahl-Andersen B. Expectations of treatment and satisfaction with dentofacial appearance in orthodontic patients. Am J Orthod Dentofacial Orthop. 2003 Feb;123(2):127-32.
4. Zhang M, McGrath C, Hägg U. Patients’ expectations and experiences of fixed orthodontic appliance therapy: impact on quality of life. Angle Orthod. 2007 Mar;77(2):318-22.
5. Yao J, Li DD, Yang YQ, McGrath CPJ, Mattheos N. What are patients’ expectations of orthodontic treatment: a systematic review. BMC Oral Health. 2016 Feb; 16:19.
6. Albino JEN, Lawrence SD, Lopes CE, Nash LB, Tedesco LAMed. 1991;14(1):53–70.
7. Feldmann I, List T, John M.T, Bondemark L. Reliability of a Questionnaire Assessing Experiences of Adolescents in Orthodontic Treatment. Angle Orthodontist. 2007; 77(2)311-317.
8. Grassi-Oliveira R, Stein LM, Pezzi JC. Translation and content validation of the Childhood Trauma Questionnaire into Portuguese language. Rev Saúde Púb. 2006; 40(2):249-255.
9. Li L, Wang HM, Shen Y. Chinese SF-36 Health Survey: translation, cultural adaptation, validation, and normalisation. J Epidemiol Community Health. 2003; 57(4):259-263.
10. Maneesriwongul W, Dixon JK. Instrument translation process: a methods review. J Adv Nurs. 2004; 48(2):175-186.
11. Van Widenfelt BM, Treffers PD, de Beurs E, Siebelink BM, Koudijs E. Translation and cross-cultural adaptation of assessment instruments used in psychological research with children and families. Clin Child Fam Psychol Rev. 2005; 8(2):135-147.
12. Sperber AD: Translation and validation of study instruments for cross-cultural research. Gastroenterology. 2004; 126(1 Suppl 1): S124-128.
13. Herdman M, Fox-Rushby J, Badia X. A model of equivalence in the cultural adaptation of HRQoL instruments: the universalist approach. Qual Life Res. 1998;7(4): 323-325.
14. Gava ECB, Miguel JAM, Araújo, AM, Oliveira BH. Psychometric properties of the Brazilian Version of the Orthognathic Quality of Life Questionnaire. J Oral Maxillofac Surg. 2013; 71(10): 1762.e1 - 1762.e8.
15. Guillemin F, Bombardier C, Beaton D. Cross-cultural adaptation of health-related quality of life measures: literature review and proposed guidelines. J Clin Epidemiol. 1993;46(12):1417-32.
16. Beaton, DE, Bombardier, C, Guillemin, F, Ferraz, M.B. Guidelines for the Process of Cross-Cultural Adaptation of Self-Report Measures. Spine. 2000; 25(24), 3186–3191.
17. Araújo AM, Miguel JAM, Gava ECB, Oliveira BH. Translation and cross-cultural adaptation of an instrument designed for the assessment of quality of life in orthognatic patients. Dental Press J. Orthod. 2013; 18(5): 99-106.
18. Reichenheim ME, Moraes CL. Operacionalização de adaptação transcultural de instrumentos de aferição usados em epidemiologia. Rev Saúde Púb. 2007; 41(4): 665-673.
19. Ruperto N, Ravelli A, Pistorio A, Malattia C, Cavuto S, Gado-West L, et al. Cross-cultural adaptation and psychometric evaluation of the Childhood Health Assessment Questionnaire (CHAQ) and the Child Health Questionnaire (CHQ) in 32 countries. Review of the general methodology. Clin Exp Rheumatol. 2001;19(4 Suppl 23):S1-9.